O PDT deve realizar no dia 14 de junho a sua convenção estadual, que será marcada por dois momentos distintos:

  • o senador Weverton Rocha será reconduzido à presidência estadual do partido;
  • o ex-vereador Fábio Câmara será apresentado oficialmente à prefeitura de São Luís.

A convenção pedetista estava marcada para o dia 10 de maio, mas foi adiada por causa da morte da mãe do deputado federal Márcio Honaiser.

Com a permanência do senador Weverton Rocha à frente do partido, o PDT quer manter a sua força eleitoral na capital maranhense, onde elegeu todos os prefeitos – com candidato próprio ou em aliança – desde as eleições 1988.  

O nosso candidato é Fábio Câmara; a cidade precisa de um jovem como ele, igual à maioria dessa população, não só na cor da pele, de ser um negro, um preto, mas de conhecer os problemas e saber o que a população realmente precisa”, ressaltou Weverton, em entrevista à TV Mirante, no início da semana.

Em 2020, o PDT apoiou a candidatura do deputado Neto Evangelista (União Brasil), que alcançou cerca de 18% dos votos; no segundo turno, o apoio pedetista foi fundamental para a vitória do atual prefeito Eduardo Braide.

É com essa certeza de uma base de votos histórica que o PDT entende suas chances de ir ao segundo turno na capital maranhense…

By

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *