A comunidade da Feira do São Francisco, em São Luís, está enfrentando momentos difíceis devido às obras de reforma iniciadas pelo prefeito Eduardo Braide. As intervenções, que deveriam trazer melhorias para a região, acabaram se tornando um verdadeiro pesadelo para os moradores das ruas 08 e 09, que estão sofrendo com enchentes e alagamentos frequentes.

As obras de drenagem, recentemente iniciadas na rua 09, tinham o objetivo de melhorar o escoamento da água e reduzir os transtornos. Contudo, a execução das intervenções parece ter agravado a situação. Antes das obras, as chuvas já causavam incômodos, mas a situação se intensificou consideravelmente. Hoje, até mesmo pequenas chuvas resultam em inundações que invadem as casas, danificando móveis e bens pessoais. A água, que agora corre diretamente para as residências, está causando transtornos diários e prejudicando a qualidade de vida dos moradores.

Os moradores estão alarmados e preocupados. “Antes, a rua enchia até o tornozelo do meu filho. Agora, a água entra em nossas casas com qualquer chuva,” relatou um morador da Rua 08. O sentimento de insegurança e abandono é palpável, e a comunidade clama por respostas e ações rápidas por parte da prefeitura.

Um dos maiores problemas enfrentados pela comunidade é a falta de comunicação clara por parte da administração municipal. Até o momento, não há informações precisas sobre o prazo de conclusão das obras ou sobre medidas temporárias que possam mitigar os transtornos causados. Essa falta de transparência está deixando os moradores ainda mais frustrados e inseguros.

A situação da obra na rua da Feira do São Francisco é um exemplo claro de como obras mal planejadas podem ter impactos negativos na vida das pessoas. É fundamental que a administração municipal tome medidas urgentes para resolver os problemas causados e restabelecer a confiança da comunidade. Até lá, a união e a mobilização dos moradores serão essenciais para garantir que suas vozes sejam ouvidas e que soluções sejam implementadas.

By

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *